Ir para o conteúdo

Terça-feira
cheia de reunião?

Que tal mandar brasa na sua
busca? a gente te ajuda.

Na brasa
Novembro, 11 2020

Quebrando tabus: conheça os 10 mitos que envolvem o churrasco

Assim como em diversos países, o churrasco está totalmente enraizado em nossa cultura. Não é difícil encontrar na roda de amigos alguém que seja considerado o “churrasqueiro da turma”.

Entretanto, essa técnica que já dominamos tão bem, ainda é cercada de diversos tabus que podem afetar diretamente na qualidade da carne que é servida.

Por isso, preparamos uma lista com os 10 mitos que envolvem o churrasco.

1 - A carne precisa ser lavada antes de ir à churrasqueira

Não é necessário lavar uma carne quando você conhece a procedência dela, por isso, seja criterioso na escolha dos produtos. Além disso, apenas a água não é suficiente para retirar as possíveis bactérias.

Além de não “higienizar” a peça, você também poderá contaminar a sua proteína. É importante frisar que é durante o processo de cocção que as bactérias presentes na carne serão mortas.

Além disso, a consistência e a suculência também podem ser totalmente comprometidas ao lavá-la em água corrente.

2 - Furar a linguiça para que ela asse mais rápido

Ao ser furada, a linguiça (como qualquer outra carne) perde muito líquido. Com isso, além de ficar seca, a sua textura e sabor podem ser totalmente alterados.

3 - Apenas o sal grosso é suficiente para temperar a carne

O sal grosso é ideal para a carne bovina, entretanto, essa é uma questão muito pessoal. Muitos churrasqueiros preferem adicionar outros temperos, como, por exemplo, o alho e o limão.

Algumas carnes, como as de porco e as de frango, podem ficar muito interessantes com a adição de diversas especiarias.

Por isso, a linha Perdigão Na Brasa possui uma variedade de produtos com temperos incríveis. Basta retirá-los da embalagem e colocá-los na brasa.

Veja aqui todas as opções!

4 - A carne suína fica seca no churrasco

Qualquer carne, desde que o seu tempo de cocção seja respeitado, pode ficar incrivelmente deliciosa e suculenta. Assim é com a carne de porco!

É isso mesmo, gostosos e macios, os diversos cortes da carne suína podem tornar o seu churrasco muito mais interessante.

Para isso, escolha os produtos corretos e de procedência e, sempre que possível, siga as dicas presentes na embalagem.

Veja aqui todas as opções de carne suína da Linha Perdigão Na Brasa.

Leia mais: Churrasco suíno: acha difícil? Vamos provar que não!

5 - Esquentar o espeto antes de colocar a carne, é uma boa forma de higienizá-lo

Não faz muito sentido! O correto mesmo é lavar muito bem os espetos e as grelhas após o uso e guardá-los em um ambiente limpo. Essa é a melhor forma de mantê-los livres de germes e bactérias.

6 - Se a carne for boa, tanto faz a forma de cortá-la

Nem a carne mais nobre resiste a um corte mal feito!

Explicaremos o motivo: a faca nunca deve seguir a linha das fibras, por isso, é necessário manter a lâmina em um ângulo de 90 graus (sentido transversal) com as fibras da carne.

A carne fica muito mais fácil de ser mastigada quando ela é cortada da forma correta.

7 - Jogar água com sal na churrasqueira

Ao fazer este processo, além de tirar todo o tempero das peças que estão na churrasqueira, uma grande fumaça pode se formar, deixando a carne com um gosto ruim.

8 - Os vegetais do churrasco devem ser assados diretamente no fogo

Os vegetais, assim como as carnes, precisam de um tempo na grelha ou no espeto para ficarem no ponto ideal.

O contato direto com o fogo, além de poder modificar totalmente o sabor, pode queimá-los, gerando um grande desperdício.

9 - Espetos de madeira são os melhores para o churrasco

O espeto de madeira, por diversos fatores, pode ser até mais prático, mas isso, de forma alguma, faz dele a melhor opção.

Para evitar a proliferação de fungos — que pode afetar diretamente a sua saúde —, você nunca deve reutilizá-los.

É importante lembrar que a escolha do espeto (de madeira ou de metal) não irá interferir no sabor do seu churrasco.

10 - Qualquer álcool serve para acender a churrasqueira

Definitivamente, esse é um grande mito!

O álcool líquido, por exemplo, produz um fogo bem alto — muito perigoso — e a sua brasa dura pouquíssimo tempo. Para não errar, compre um álcool específico para essa finalidade. Você poderá encontrá-lo em qualquer supermercado.

Vale lembrar que o nosso intuito não é ditar regras, mas proporcionar a você as mais indicadas e seguras práticas para o seu churrasco.

Vai ter carne assada no próximo final de semana? Conheça todos os nossos produtos e #mandabrasa

Compartilhe agora mesmo: